sexta-feira, 27 de março de 2015

Condições Firmadas

Mais um Texto coringa! Dessa vez, dois colunistas do Vem-Vértebras fizeram uma parceria e o fruto disso foi um conto baseado na música brega Se Errar Outra Vez, de Genival Santos.

por CA Ribeiro Neto e Danilo Maia


 - Mulher, a um homem como eu você não deve enganar - disse na tentativa de trazê-la à realidade.

Ele, um homem esforçado e trabalhador, não suporta mais a garganta travada de segurar algo como choro e o desejo de ser feliz. Embora acredite que a felicidade seja ao lado de quem lhe dá mais que palavras, a insistência é irracional, mas também passional.

Talvez, ameaçando, ele pensa, fará com que ela perceba o risco que é perdê-lo. São amores passados desastrosos atrapalhando as novas possibilidades ou são os problemas de sempre? A insegurança e o medo de ficar sozinho. Mas é preciso ser duro. Deixar claro que ela não pode vacilar.

 - Não gosto de dar segundas chances. – diz, querendo deixar claro quem manda.

Com as sobrancelhas pontudas de um olhar questionador, ela não fala nada. Ele prossegue:

 - Se errar uma vez, dou castigo para não se acostumar.

Ela, com cara de indignada; ele, baseando-se em seu trauma, crendo em algo que não sabe se pode chamar de “amor”, mas inevitavelmente mexe com o que ele tem - e o que ele teme - por dentro.

- Às vezes, parece que você torce pra que eu te desaponte!

Depois da primeira reação dela, ele pensa se não estaria cobrando precipitadamente. Mas em seguida, sacode forte a cabeça, espantando qualquer demonstração de fraqueza. E, xeque-mate:

 - Se errar outra vez, mando embora pra saber me respeitar.

Em choque, com a boca aberta, ela tenta mostrar-se ofendida. Porém, nada que ela não engula, para mostrar que seu orgulho de conquistadora é maior que as ameaças daquele homem velho e cansado. Ameaçador, porém, carente.

Calaram-se. Suspiraram. Olhos apontando olhos. Decidiram, em silêncio, tentar nas condições firmadas.

Para quem não conhece a música, eis o vídeo com a música:


3 comentários:

Paulo Henrique Passos de Castro disse...

Quando a adaptação supera o texto original. Muito bom o conto.

Alex Sampa disse...

Genival santos aprovaria!

Pedro Piluca disse...

Mermão, deu até medo de passar por uma dessas!